Filtering by: exhibition
MESMO Artist Residence - Seriações na Obra de Marco do Valle
Mar
27
to May 31

MESMO Artist Residence - Seriações na Obra de Marco do Valle

  • Casa de Vidro / Museu da Cidade de Campinas (map)
  • Google Calendar ICS

I feel very honored that I am invited to be the resident artist for two months during the exhibition of the late and great Marco do Valle in museum Casa de Vidro in Campinas, Brazil.

💙 Sejam todos bem-vindos na residência artística de MESMO (Kjell van Ginkel) durante a exposição "Seriações na Obra de Marco do Valle"! 💙

Abertura: 27 de março às 19h >>> Abertura exposição - Seriações na Obra de Marco do Valle
Local: Casa de Vidro / Museu da Cidade de Campinas. Avenida do Café, 140, Parque Taquaral, Campinas
Portfólio: www.bymesmo.com

Encontro com o artista às quintas e sextas-feiras das 9h às 18h e sábados das 10h às 15h até 31 de maio 2019.

Sobre a Residência Artística:
A mostra apresentará também a residência de MESMO (Kjell van Ginkel), artista que está realizando seu mestrado na Faculdade de Educação - Unicamp. MESMO, que também trabalha com materiais do cotidiano, montou seu ateliê dentro da Casa de Vidro e passará o período da exposição realizando seu trabalho de intervenção urbana, processo pelo qual os visitantes poderão interagir.

MESMO (Kjell van Ginkel) é um artista visual e educador holandês, atualmente morando no Brasil. Em ambas as áreas, arte e educação, seu foco são as ruas e espaços públicos, pois são acessíveis a todos para brincar, fazer arte e aprender.

www.bymesmo.com

= = =

Seriações nas obras de Marco do Valle
Programação inclui exposição com retrospectiva dos trabalhos do artista contemporâneo, residência artística, debates sobre arquitetura e educativo com laboratório pedagógico.

“Seriações nas obras de Marco do Valle”, com curadoria de Sylvia Furegatti, é uma exposição retrospectiva que apresenta cerca de 30 peças de importantes momentos da trajetória do professor, arquiteto e artista contemporâneo Marco do Valle, falecido há um ano, na cidade de Campinas.

Artista que transitou por diversas formas de expressão, Marco do Valle foi pioneiro da arte-xerox e da vídeo-arte, e também realizou objetos, intervenções e esculturas que saíram da base para serem colocadas direto no chão numa dimensão aumentada quanto à tamanho e peso problematizando os espaços consagrados pela arte - museus e galerias.

Topografia Artificial, trabalho que foi apresentado na 20ª Bienal Internacional de São Paulo remontada nesta exposição, é um exemplo desse processo. A obra ocupa todo a superfície de uma das salas do museu.

Para além dos trabalhos, serão expostos registros de processos criativos e documentos sobre as participações em bienais e em exposições nos principais museus do país, assim como pesquisas e produções que demonstram os três protagonismos de Marco do Valle: artista-professor-arquiteto.

Vale destacar que Marco do Valle foi um dos fundadores do Instituto de Artes da Universidade Estadual de Campinas (IA) da Unicamp e da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FEC), onde exerceu a atividade como professor por mais de 30 anos e formou gerações de artistas, arquitetos e pesquisadores que imprimiram em seus trabalhos traços das reflexões e experiências propostas pelo docente.

Enquanto arquiteto, Marco do Valle foi o pioneiro em estudar o trabalho de Oscar Niemeyer. Na prática, dedicou-se à processos de recuperação patrimonial, como o restauro do Palácio dos Azulejos, em Campinas.

Para a curadora, Sylvia Furegatti, que foi também aluna de Marco do Valle e parceira de trabalho como professora no Instituto de Artes da Unicamp, a exposição representa “uma oportunidade ímpar de resgatar um artista cuja produção e importância no cenário artístico nacional nem sempre é completamente bem compreendida. As décadas dedicadas à Universidade cobram seu preço e a maneira muito atenta e conscienciosa com a qual Marco do Valle trabalhou e pesquisou acabaram levando-o para outros circuitos e participações. Esta escolha, contudo, só comprova a força da produção deste docente-pesquisador-artista que pode ser conferida pela seleção dos trabalhos aqui reunidos, certamente, pela primeira vez.” A apresentação selecionada de trabalhos, esboços, projetos, cadernos, anotações e outros processos pessoais adotada pela curadoria visa configurar um tom retrospectivo sem que a linearidade usual da homenagem que involuntariamente sempre acompanha estes processo possa se sobrepor à vitalidade e importância fatual da produção artística de Marco do Valle.

Este projeto é também resultado das pesquisas de Julyana Matheus Troya Melo, mestranda do Instituto de Artes e quem está organizando todo acervo artístico e intelectual do artista. “Parte da pesquisa foi realizada ao lado de Marco do Valle, mediante conversas sobre seus trabalhos e sobre arte contemporânea, inclusive estávamos traçando essa exposição, que, para mim, é uma forma de evidenciar sua contemporaneidade testando aplicações da física, da matemática, da engenharia, da química, da astronomia para criar objetos, esculturas, vídeos-instalações e construir uma poética singular”, conta Julyana.

A partir do uso de materiais do cotidiano e da construção civil como borracha, formas de telhas, PVC e rodízio, o conjunto reúne cerca de 30 peças, incluindo esculturas, objetos, livro do artista, vídeos e gravuras que demonstram a versatilidade do artista e dialogam com artistas da renascença, como Albrecht Dürer, e da arte contemporânea, como Joseph Beuys.

“Trabalhos que fazem com que seja impossível abordar sua produção como um conjunto unificado de obras. Ao contrário, há uma versatilidade nos processos que se recusa a se ater a um só meio, forma ou movimento, ou seja, suas seriações”, explica Julyana Troya.

Seriações nas obras de Marco do Valle acontecerá na Casa de Vidro/Museu da Cidade de Campinas.
Abertura: 27 de março às 19h
Visitação: 27 de março à 31 de maio - Seg. a Sex. 9h as 18h / Sab. 10h as 15h

Ciclo de Palestras e Laboratório Pedagógico
Para contemplar todos os protagonismos de Marco do Valle, a exposição contará com diversas atividades relacionadas à Arquitetura e à Educação.

O Ciclo de Palestras, coordenado pelo professor pelo prof dr Claudio Lima, vinculado ao Depto de Artes Plásticas (IA) e que atua na Arquitetura (FEC Unicamp), receberá convidados relacionados à história de Marco do Valle como os arquitetos Abílio Guerra e Renato Anelli, para discutir as relações entre a Arte e a Arquitetura.

O Laboratório Pedagógico, direcionado a professores e educadores, tem como proposta abrir um diálogo entre a arte contemporânea e as práticas escolares. A partir dos trabalhos de Marco do Valle e de MESMO os participantes realizarão atividades que se desdobrarão em proposições educativas que façam paralelos entre o museu e os espaços de educação formal e não formal.

Programação

Seriações nas obras de Marco do Valle
Abertura: 27 de março às 19h
Visitação: 27 de março à 31 de maio - Seg. a Sex. 9h as 18h / Sab. 10h as 15h

Residência Artística:
Qui e Sex 9h as 18h / Sab das 10h as 15h

Ciclo de Palestras - Relações entre Arte e Arquitetura

11/abril - 19h
Mesa: Projeto e Memória
Preambulo: profa dra Sylvia Furegatti
Palestrantes: profs drs Abilio Guerra e Haroldo Gallo
Mediação: prof dr Sidney Piochi Bernardini

23/abril - 19h
Mesa: Estruturas e Reflexos das Casas de Vidro
Preambulo: Julyana Troya
Palestrantes: profs drs Renato Anelli e Evandro Ziggiatti Monteiro
Mediação: prof dr Rafael Urano

Lançamento do Livro: “Casas de Vidro / Glass Houses” de Renato Ainelli e Sol Camacho (org). Romano Guerra Editora, 2018, 144 pags.

Laboratório Pedagógico
Datas e turmas:
12/04 (turma 1) e 13/04 (turma 2) - práticas de formação pedagógica e desenvolvimento de proposições educativa
17/05 (turma 1) e 18/05 (turma 2) – Realização das proposições desenvolvidas no primeiro encontro
Cada turma receberá até 20 participantes aceitos mediante ordem de inscrição por meio do link: https://goo.gl/forms/9msQuLznTfUhHq3z1

Local: auditório da Casa de Vidro
Todas as atividades são gratuitas

Informações:
https://www.iar.unicamp.br/evento/seriacoes-na-obra-de-marco-do-valle

Contato para o educativo:
marcodovalleeducativo@gmail.com
(19) 99144-1933 (Julyana Troya)


View Event →
Exhibition - Seriações na Obra de Marco do Valle
Mar
27
to May 31

Exhibition - Seriações na Obra de Marco do Valle

  • Casa de Vidro / Museu da Cidade de Campinas (map)
  • Google Calendar ICS

I feel very honored that I am invited to be the resident artist for two months during the exhibition of the late Marco do Valle in museum Casa de Vidro in Campinas, Brazil. During my residence I will conduct research on Urban Interventions and Public Schools and also develop my art.

No próximo dia 27 de março, às 19h, na Casa de Vidro/Museu da Cidade de Campinas ocorrerá a abertura da exposição "Seriações na obra de Marco do Valle".

Esta exposição tem caráter retrospectivo e a sua construção tem nos ajudado a prosseguir com a pesquisa de Mestrado de Julyana Matheus Troya Melo, bem como busca dar o devido valor para o trabalho do artista visual e professor fundador do Instituto de Artes da Unicamp que nos deixou, precocemente, no ano passado.

O projeto contará com outras atividades como a residência artística de Kjell van Ginkel; Projeto de Mediação para Escolas e visitantes espontâneos; Ciclo de Palestras sobre as relações entre Arte e Arquitetura.


View Event →

Estamos de Passagem! (BR)
Sep
29
7:00 PM19:00

Estamos de Passagem! (BR)

  • 97 Avenida Professor Atílio Martini Cidade Universitária, SP, 13083-830 Brazil (map)
  • Google Calendar ICS

Exposição e performances: Estamos de Passagem!

Sexta-feira, dia 29 de setembro das 14:00 até as 18:00, The Public Space Gallery organiza uma exposição com multiartistas no espaço da Avenida 2 (ponto de ônibus próximo ao Tilli Center / La Salamandra).

A ideia de estar de passagem é o mote desse projeto que pretende entrar em conexão com esse cenário público marcado por fluxos, transitoriedades, provisoriedades… Os artistas convidados pela Galeria Espaço Público convocam o transeunte a compor esse cenário urbano e experienciar essa prática de “estar de passagem” pelo espaço, pela cidade, pela arte, pela vida coletiva… Vivenciar o espaço publico e se apropriar dele, assim como fazem os artistas nessa instaur[ação]. Com uma proposta de apropriação de um espaço que já é público e que pode ser fruído por todos os que se permitirem também estar de passagem.


View Event →
THREE TWO ONE (NL)
Aug
26
to Aug 27

THREE TWO ONE (NL)

ROPP heeft 2 bevriende kunstenaars FLAMO & MESMO uitgenodigd voor de tentoonstelling 'THREE TWO ONE'.

ROPP legt als samensteller en organisator van de groepstentoonstelling een verbinding met zijn eigen werk en dat van FLAMO & MESMO. 

THREE TWO ONE laat zien dat de 3 hun roots hebben liggen in het grafisch ontwerpen. 

ROPP laat voor de 1e keer zijn serie ronde werken zien. FLAMO toont voor de 2e keer zijn werk in het openbaar. En voor de in Brazilië woonachtige MESMO betekent THREE TWO ONE mischien wel zijn comeback naar Nederland.

View Event →
Route du Nord (NL)
May
17
to Jun 13

Route du Nord (NL)

Group exhibition with Alfons Spee / Andreas von Ow / Anjes Gesink / Brigitte Maltha / Chantal van Heeswijk / Daniel Markides / Danielle v Rijsbergen / Darja Charapova / David Louf / Dennis Wijmer / Derks & Polak / Dineke van Huizen / Doreen van der Meer / Eddy Kaijser / Floor Leemans / Geert Mul / GL Harris / Hanna Kalverda / Harry Schumacher / Helene de Winter / Jacqueline Fuijkschot / Jeroen van Dorsten / Jos Jacobs / Judy van Luijk / Maaike de Boer / Malou Cohen / Marcel Kollen / Marion vd Schelde / Mette Sterre / Monique Ravensberg / Monique vd Berg / Noortje Stortelder / Paul Funcken / Quin de Vreede / Robert Roelink / Rogier Maaskant / Samantha Thole / Scrap / Stacii / Steven Spanjersberg / Styrmir Örn Guðmundsson / Tessa Small / Theo Rooden / Wouter Sibum / Zeno.


Route du Nord is een gratis toegankelijk, nomadisch festival dat jaarlijks een vierdaags totaalprogramma biedt van beeldende kunst, performance theater en live-muziek.

Beoogd wordt om deze disciplines met elkaar te verbinden: Performances en muziekoptredens die tussen de kunstwerken plaatsvinden en elkaar versterken.
Route du Nord ontstond in 2006 als een informele atelierroute op en rondom het Zwaanshals in het Oude Noorden. Leegstaande renovatiepanden werden ingericht als tijdelijke galeries. Door het succes hiervan sloten ook steeds meer gevestigde galeries en winkeliers zich aan. Route du Nord heeft zo een aandeel in de huidige culturele bloei van het Oude Noorden. Het verhuisde zelf, bij een toenemend gebrek aan lege panden, naar ZOHO Rotterdam.

View Event →
Pop-up Art Gallery Berlin (DE)
Apr
25
to May 1

Pop-up Art Gallery Berlin (DE)

  • Pop-up Art Gallery Berlin (map)
  • Google Calendar ICS

Every month at Pop-up Art Gallery Berlin we bring you some of Berlin's hottest artists. The program includes artists who are making noise in town and around the world as well as fresh talent that is hiding out there in the city.

Come and enjoy the art on the walls by MESMO, Sascha Böhme, Leo Jahaan and Anto Christ as well as performances in the room, outdoors and onstage in dance, poetry and music.

View Event →